Notícias

26 maio, 2022

Augusto Vasconcelos se posiciona contra a cobrança de mensalidades nas Universidades Públicas

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC), apresentada nesta última terça-feira (24/05), na Câmara dos Deputados, estabelece a cobrança de mensalidades nas universidades públicas brasileiras. Em total discordância a matéria, o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), se posiciona contra a aprovação da PEC, levando em consideração a soma de equívocos e incompreensões que compõem o texto.

Ainda nesta última terça, foi decidido que irá acontecer uma Audiência Pública debatendo o assunto, antes mesmo de uma possível votação. A PEC ganhou bastante notoriedade nas redes sociais, onde a maior parte da população considera inaceitável a proposta. Com um mandato pautado em defesa da educação, Augusto ressalta a matéria como mais uma forma de invalidar o esforço do povo brasileiro, em especial, aqueles que se dedicaram na construção de uma universidade pública, gratuita, autônoma, inclusiva e de qualidade.

Entre a série de questões que justificam o porquê de ser contra a aprovação da PEC, Augusto citou o fato da medida aprofundar as desigualdades em relação aos cursos, e as consequências drásticas que podem afetar no desenvolvimento científico e tecnológico do país.

_ “A composição social da universidade pública no Brasil passou por profundas transformações nos últimos anos, a partir da política de cotas, ampliação de vagas e mais investimentos em assistência estudantil a partir dos governos Lula e Dilma. Além do suposto valor arrecadado com a cobrança de mensalidades ser irrisória diante das necessidades de investimentos no ensino superior, pode gerar distorções em relação aos cursos de maior procura, que provavelmente conseguirão arrecadar mais mensalidades em detrimento de outras áreas do saber tão relevantes quanto. Sem falar que o custo por aluno de uma universidade pública não pode ser tratado e comparado a uma universidade privada, até porque uma universidade pública, faz pesquisa, extensão e depende de uma série de insumos, e, muitas vezes, os resultados demoram anos, mas contribuem para o avanço do desenvolvimento científico e tecnológico.”_, destacou o parlamentar.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: