Notícias

19 maio, 2022

Augusto Vasconcelos rebate líder do governo e diz: “Prefeitura não quer uma solução definitiva para o transporte público”

O vereador e Líder da Oposição na Câmara Municipal de Salvador (CMS), Augusto Vasconcelos (PCdoB), se pronunciou rebatendo a fala do Líder da bancada do governo, o vereador Paulo Magalhães, que tentou responsabilizar a oposição em Sessão Ordinária realizada nesta última terça-feira (17/05), pela não aprovação do subsídio pelo transporte coletivo de Salvador.

De acordo com o líder da oposição, a Prefeitura Municipal de Salvador optou por não inserir no projeto uma solução definitiva para os problemas estruturais que envolvem os transportes da cidade. O Projeto de Lei (PL), que estabelece um subsídio por parte do município para o sistema de transporte público, é válido por apenas dois meses, não beneficiando de fato a população.

“É necessária uma solução definitiva, ou pelo menos de médio prazo e a oposição propôs que houvesse uma solução que fosse pelo menos até o final do mandato do atual prefeito, além disso o prefeito prometeu resolver os problemas dos rodoviários que tomaram calote na CSN e até agora não houve uma solução”, afirmou o parlamentar.
A oposição tem defendido que o projeto contemple de fato os interesses da população, e não durante alguns meses. Augusto, que desde o anúncio de acréscimo no preço das tarifas, têm se pronunciado em defesa da população, afirmou também que o PL é uma chantagem do atual prefeito, visto que, Bruno garantiu que a não aprovação do projeto resultará em mais um aumento significativo nas passagens dos transportes.
“Em uma capital que é uma das campeãs nacionais do desemprego, o aumento das tarifas vai agravar a crise do setor e a oposição está disposta a construir juntos uma solução definitiva e não este paliativo como quer o prefeito”, disse Augusto.
FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: