Notícias

31 janeiro, 2022

Augusto Vasconcelos reage à decisão do secretário de educação de Salvador

Na manhã desta segunda-feira (31), o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB) participou de manifestação em frente a Secretaria Municipal da Educação de Salvador- SMED, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia – APLB e aos parlamentares Hilton Coelho (PSOL) e Maria Marighella (PT). O manifesto criticou as medidas adotadas pelo secretário da SMED, Marcelo Oliveira, que tem prejudicado os profissionais da educação e a qualidade do ensino de Salvador.
Sem nenhum tipo de diálogo com a comunidade escolar, a SMED tem tomado decisões que provocam um retrocesso na educação. Se opondo às medidas adotadas, Augusto questionou qual o fundamento técnico utilizado para tais ações.
“Se o senhor está tão convencido dessas medidas, abra um espaço de diálogo para convencer as pessoas que vão implementar essa política pública. Quais são as referências teóricas da sua posição? Cadê o estudo técnico, em pesquisa, que demonstra que tirar professores especialistas vai melhorar a qualidade do ensino fundamental? E, para nenhuma das nossas perguntas houve respostas”, discursou o parlamentar.
Além do esvaziamento da Educação de Jovens e Adultos (EJA), Marcelo decidiu retirar os professores com especialização do Ensino Fundamental 1 e anunciou que entre os aprovados em concurso público, apenas serão convocados os profissionais que optaram por carga horária de 20 horas, deixando de fora centenas de aprovados de 40 horas, mesmo sabendo do déficit de professores. Com a finalidade de enfrentar mais esse ataque à educação, o movimento reuniu centenas de profissionais exigindo justiça.
Augusto, que também é Ouvidor-geral da Câmara Municipal de Salvador, já encaminhou pedido de informações ao secretário e afirmou que continuará agindo em defesa da educação.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: