Notícias

29 junho, 2022

Augusto Vasconcelos questiona corte de ponto dos servidores municipais

Ainda nesta última segunda-feira (27/06), o vereador e Ouvidor-Geral da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Augusto Vasconcelos (PCdoB), recebeu a denúncia de que o atual prefeito da cidade, Bruno Reis, realizou cortes de ponto nos salários dos servidores municipais que, inclusive, há meses protestam por melhores condições de trabalho, bem como pelo reajuste salarial.

Segundo os relatos, os cortes aconteceram após diversas Assembleias que reuniram centenas de servidores da saúde e de outras secretarias, exigindo melhorias para a categoria. Mesmo sem a paralisação, esses trabalhadores denunciam o assédio escancarado por trás do corte de ponto. Com um mandato que luta em defesa desses profissionais, Augusto questionou o prefeito sobre os descontos em torno de R$ 800 e 3 mil reais de cada trabalhador.

“Ao invés de apresentar uma proposta decente, que garanta o reajuste salarial desses servidores que estão há 8 anos sem aumento, a Prefeitura corta salário dos que estão se mobilizando, para intimidar o movimento. Isso só faz acirrar os ânimos e dificulta uma solução, prejudicando a população”, disse o parlamentar.

Para o Sindseps, a medida de Bruno em antecipar os salários para o período de festejos juninos, é também uma forma de “mascarar” a gestão da cidade que, apesar dos manifestos, não tem ouvido as reivindicações dos trabalhadores. As denúncias também incluem o assédio praticado por diferentes meios, inclusive, via o WhatsApp, para esses servidores. A prefeitura de Salvador está penalizando os profissionais que participaram de atos pelo reajuste salarial, numa maneira escancarada de violar direitos e tentar silenciar essas pessoas.

 

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: