Notícias

13 maio, 2021

Augusto Vasconcelos quer regularização de valores de taxas cobradas aos Bombeiros Civis

Aconteceu nesta terça-feira (11), uma reunião entre o Coronel Comandante dos Bombeiros Militares da Bahia, Adson Marchesini, o Ouvidor Geral da Câmara de Salvador, o vereador Augusto Vasconcelos, o deputado estadual Bobô, o presidente do Sindicato das Empresas de Bombeiro Civil, Cleiber Lopes e o presidente da Associação do Bombeiros Civis da Bahia, Marcos Santos.
Na ocasião, pautas de interesse dos Bombeiros Civis foram tratadas. Estima-se que existam mais de 50 mil bombeiros civis em todo o estado. Recentemente, o Corpo de Bombeiros Militar editou uma instrução técnica para que esses profissionais continuassem atuando mediante pagamento de taxas que são consideradas muito altas para a categoria.
Nessa perspectiva, a valorização desses profissionais também foi pautada. Vale ressaltar que os Bombeiros Civis não tem o objetivo de ocupar o espaço dos Bombeiros Militares e nem tem prerrogativa para isso. Porém, ambas são atividades que auxiliam na prevenção de acidentes, de incêndios e ocorrências mais graves com a população. “Lutamos há muitos anos pela regulamentação da profissão e pela valorização profissional. A reunião foi muito produtiva. Foi estabelecido um canal de diálogo institucional e vamos lutar na Assembleia Legislativa para que esses valores que estão sendo cobrados, possam ser suspensos pelo menos durante a pandemia, a fim de evitar o fechamento dessas empresas e até mesmo um desemprego em massa no segmento, já que os valores estão muito além da realidade que eles tem condições de pagar”, pontou Augusto Vasconcelos.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: