Notícias

9 novembro, 2021

Augusto Vasconcelos preside sessão sobre o comércio em Salvador

Na manhã desta sexta-feira (10/11), o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), também ouvidor-geral da Câmara Municipal de Salvador (CMS), realizou Sessão Especial sobre ‘A Importância do Comércio e dos Comerciários e Comerciárias em Salvador’. O objetivo do evento foi falar sobre esse setor que emprega mais de 100 mil pessoas, além dos profissionais autônomos, em uma cidade que enfrenta uma grave crise econômica, independente da pandemia e que é agravada pela inflação, pela fome e pelo desemprego, que vai deteriorando o poder aquisitivo da população.
_“Nosso objetivo foi ouvir trabalhadores, empresários e representantes do setor para que possamos elaborar políticas públicas consistentes que revitalizem o comércio de Salvador e que criem condições para a expansão de negócios e geração de empregos”_, disse Augusto que também é Presidente da Comissão do Trabalho, Emprego e Renda.
É fato que a pandemia atingiu em cheio a economia do país, porém, a crise econômica já se arrasta há alguns anos. O comércio, por sua vez, em detrimento da preservação da vida por conta da COVID-19, foi drasticamente massacrado por ficar durante largo período totalmente fechado e/ou funcionando de forma restrita. Muitos trabalhadores e trabalhadores foram desligados, lojas e micro empresários faliram, tornando o cenário ainda mais dramático.
Para Augusto, nesse momento de retomada, há muito o que se ponderar já que a inflação, que deteriora o poder aquisitivo da classe trabalhadora, também traz reflexo para o empresário do comércio. _“Ninguém quer ficar aumentando o preço das mercadorias, afastando a possibilidade das pessoas comprarem o produto. Tudo isso é fruto de uma série de aspectos macroeconômicos e que uma cidade sozinha não resolve, mas o município de Salvador precisa pautar políticas públicas em âmbito local que minimizem essas circunstâncias e que viabilizem que nós tenhamos um processo de melhora das condições de vida do nosso povo, inclusive assegurando o poder aquisitivo das pessoas”_, registrou ele.
_“O comércio é pujante e vem crescendo em nossa cidade. Se formos em Cajazeiras, encontraremos um comércio com mais de 1.500 empresas comerciais. O bairro de Paripe também não fica atrás. Essa é uma Sessão importante para que possamos pensar em políticas públicas que preservem o setor”_, considerou Reginaldo Silva de Oliveira, Presidente Federação Intermunicipal dos Sindicatos de Empregados no Comércio de Bens e de Serviços no Estado da Bahia (FEC). O vice-presidente Federação Patronal do Comércio – Fecomércio, Kelsor Fernandes, parabenizou a iniciativa da Sessão, por se tratar de um assunto tão representativo para a economia da cidade. Ele sinalizou o fato de que sem o comercio, nenhuma mercadoria que é produzida em outros setores, como a agricultura, por exemplo, tem a possibilidade de circular. _“É comercio e seus profissionais que fazem o negócio girar”_, disse ele.
Salvador tem mais de 80% de sua econômica vinculada ao setor terciário, ou seja: é uma cidade com grande vocação para o setor comercial. Por isso mesmo que pautar o comércio é pautar a economia de Salvador. Nessa perspectiva, a Sessão reuniu representações empresariais, órgãos de apoio, entidades de pesquisa e também a representação da classe trabalhadora.

O evento, que aconteceu de modo presencial na CMS, teve uma mesa composta pelo Presidente Federação Intermunicipal dos Sindicatos de Empregados no Comércio de Bens e de Serviços no Estado da Bahia (FEC), Reginaldo Silva de Oliveira; pelo vice-presidente da Federação Patronal do Comércio – Fecomércio, Kelsor Fernandes; pela presidente do Sindicato dos Empregados Em Supermercados, Hipermercados e Mercadinhos do Ramo Atacadista e Varejista da Cidade do Salvador- Sintrasuper, Rosa de Souza, pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres – SPM, Julieta Palmeira, pelo economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE, Gustavo Palmeira, pelo presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio, Renato Ezequiel de Jesus, pela Gerente da Unidade Central do SINE Bahia, Greice França, pelo gerente regional do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas –Sebrae, Rogério Teixeira.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: