Notícias

6 março, 2022

Augusto Vasconcelos pede mudança na política de preços dos combustíveis 

Com a gasolina ultrapassando R$8,00 nos postos de combustíveis da Bahia, o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), que também é líder da Oposição na Câmara Municipal de Salvador (CMS), denunciou que o aumento exorbitante decorre da equivocada política de preços em paridade internacional implementada pelo governo federal, e pediu mudanças.

Em decorrência do acelerado fatiamento e desmonte, enfrentado pela Petrobrás, nos últimos anos, com a desnacionalização de refinarias e outras áreas estratégicas, essa que é a maior empresa do país, têm implicado diretamente na vida do povo brasileiro. Enquanto o povo enfrenta a escalada inflacionária com o aumento dos combustíveis e gás de cozinha, acionistas acumulam lucros bilionários.

“A Petrobras tem que estar a serviço de um projeto nacional de desenvolvimento. Precisamos de uma empresa sólida, rentável, mas que atenda os interesses da população e é inaceitável que, apesar de o Brasil ser autossuficiente na produção de petróleo, tenhamos que adquirir combustível refinado em dólar. Nada explica esse absurdo. Precisamos rapidamente retomar a orientação, para que a Petrobras cumpra os objetivos estratégicos que assegurem a soberania nacional e a autonomia energética é parte disso”, enfatizou Augusto.

Participando de audiências na CMS com especialistas e representantes dos trabalhadores do setor que trataram dessa pauta, Augusto vem acompanhando os desdobramentos de iniciativas no âmbito do Congresso Nacional, que visam mudar a política de preços da Petrobras.  O parlamentar relembra que a Refinaria Landulpho Alves, localizada na cidade de São Francisco do Conde (BA), foi vendida por um preço mais barato do que o mercado, para investidores dos Emirados Árabes, evidenciando a desnacionalização do petróleo.

“Chegamos ao absurdo de que uma empresa estrangeira defina o preço do petróleo, o preço do combustível, em solo baiano. Estamos reféns de interesses estrangeiros, comprometendo e muito a capacidade do país na retomada do desenvolvimento e do crescimento econômico”, concluiu ele.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: