Notícias

19 agosto, 2021

Augusto Vasconcelos pede apoio a Projeto de avistamento de Baleias

Durante Sessão Ordinária desta quarta-feira (18/08), na Câmara Municipal de Salvador, o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB) fez um registro importante sobre a iniciativa da Redemar Brasil em conjunto com ACEB – Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia. Juntas, as instituições tem desenvolvido um projeto belíssimo de educação ambiental, pesquisa e cultural denominado ‘Baleias Soteropolitanas’, uma vez que Salvador entrou na rota mundial das migrações das baleias jubartes.
_“As baleias jubartes fazem parte do topo da pirâmide da cadeia alimentar e a preservação desses animais contribui para o enfrentamento do aquecimento global, já que sua digestão auxilia no processo de crescimento do plâncton que é peça fundamental da captura do gás carbônico, de modo que Salvador pode ganhar do ponto de vista ambiental, mas também turístico e na geração de emprego e renda”, disse Augusto.
Recentemente, o parlamentar esteve em audiência com o Secretário de Turismo de Salvador, Fábio Mota, para tratar desta pauta. No entanto, o cenário de descaso ainda permanece e, quem está embarcando para fazer o avistamento das baleias, continua se surpreendendo com a quantidade de lixo da Baía de Todos os Santos. “O secretário Fábio Mota nos recebeu muito bem, mas quero aproveitar a minha fala aqui para fazer um novo registro porque já foram detectados pneus, carrinho de bebê, preservativos e todo tipo de plástico que você possa imaginar, boiando, formando, inclusive, barreiras de lixo. Precisamos cuidar da Baía de Todos os Santos”, disse Augusto.
Quase 30% da economia de Salvador depende direta ou indiretamente da Baía de Todos os Santos e isso tem repercussões na cultura local, na culinária, nos empregos e, infelizmente, é um potencial subutilizado e que vem sendo danificado ao longo dos anos. Vale lembrar que, há pouco tempo, foi criado o Comitê Gestor Náutico, mas Augusto defende a ampliação da participação das comunidades que tem relação com o mar, a exemplo das colônias de pesca e marisqueiras. Augusto acredita que é possível agregar outros segmentos como, por exemplo, “os pescadores podem utilizar, inclusive, suas embarcações para no período de avistamento de baleias ganhar uma nova fonte de renda, através do transporte de observação embarcada já que eles conhecem muito bem as águas desta abençoada Baía de Todos os Santos”.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: