Notícias

27 outubro, 2021

Augusto Vasconcelos participa de protestos contra demissões no Bradesco Na manhã dessa quarta-feira (27), bancários fizeram manifestação no Iguatemi

Mesmo após ter lucrado R$ 13 bilhões de janeiro a junho deste ano, o Bradesco, segundo maior banco privado do país, cortou mais de 190 pais e mães de família da Bahia em 2021. São mais de 10 mil trabalhadores sendo demitidos em 12 meses. O vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), participou, na manhã desta quarta-feira (27/10) de protesto, na unidade Bradesco ao lado do Ed. Capemi, que cobrou respeito aos funcionários, que dão duro diariamente para atender os clientes e vivem apreensivos com medo de serem desligados no final do dia.
“Pedimos que a direção do Bradesco respeite os trabalhadores que constroem essa marca e que a transformaram em uma das mais valiosas da América Latina. Vamos permanecer na luta em defesa do emprego dos bancários, por melhores condições de trabalho e atendimento digno para a população”, pontuou Augusto, que também é presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia.
Em um ano, 999 agências do Bradesco foram fechadas. Além de sobrecarregar os empregados que ficam nas agências, a política de cortes da empresa reflete no atendimento para os clientes, já que os correntistas são obrigados a esperar horas na fila para serem atendidos e ainda ficam expostos ao vírus, em plena pandemia da COVID-19.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: