Notícias

10 maio, 2021

Augusto Vasconcelos participa de protesto contra demissões no Bradesco

Mesmo com lucro de R$ 6,51 bilhões no primeiro trimestre de 2021, o Bradesco já acumula quase 900 demissões no mesmo período. Em um ano, o banco demitiu 8.547 e encerrou as atividades de 1.088 agências em plena pandemia. Em defesa do emprego e dos direitos dos funcionários, o vereador Augusto Vasconcelos, que também é Presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia participou de uma manifestação, nesta quinta-feira (06/05), no Comércio.
“Os trabalhadores das unidades bancárias estão expostos e não pararam durante a pandemia. Seguimos pressionando por vacinas para evitar que tenhamos mais vítimas. O Bradesco é uma das maiores empresas da América Latina. Cresceu a lucratividade em meio à pandemia. Nada justifica desligar 8 mil trabalhadores em um ano”, reforçou Augusto.
A manifestação também foi um ato por vacina já para todos os trabalhadores de agências. A luta pela inclusão de bancários, vigilantes e prestadores de serviços de todos os bancos na fase 4 do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19 segue forte.
Outra realidade denunciada pelas diretorias das entidades no ato foi o assédio moral enfrentado pelos empregados, que são obrigados a bater metas abusivas em um momento que o país sofre perdas irreparáveis e enfrenta uma das piores crises social e econômica. A direção do Bradesco não tem pena e lucra em cima da redução de pessoal. O banco sobrecarrega os bancários que estão nas agências e ainda prejudica os clientes com o fechamento de unidades. A Bahia perdeu 47 em 12 meses.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: