Notícias

17 março, 2022

Augusto Vasconcelos participa de mobilização pelo Dia Nacional em defesa da Educação

Na manhã desta quarta-feira (16/03), o vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB) participou da mobilização pelo Dia Nacional em defesa da Educação. Organizado pelo sindicato dos trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), o ato em Salvador aconteceu na Praça da Piedade, reunindo centenas de professores e estudantes que reivindicam melhorias para a categoria e para o ensino público.

Os protestos que aconteceram por todo o país, foram convocados pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, e incluem a defesa de inúmeras lutas, entre elas: O cumprimento do piso do magistério 2022 (R$ 3.845,63 e 1/3 de jornada extraclasse) em todas as redes escolares; a regulamentação do piso salarial dos profissionais da educação como determina o art. 206, VIII da Constituição Federal; a valorização dos planos de carreira; contratações por concurso público; a revogação do ‘Novo Ensino Médio’, excludente e de formação minimalista dos estudantes, entre outras.

O encontro também foi marcado pelo pedido de ‘Fora Bolsonaro’, segundo a categoria o atual presidente da República, têm atacado e desvalorizado a educação do Brasil. Os protestos também foram contra a terceirização na educação, a militarização escolar, o homeschooling (educação domiciliar) e a Lei da Mordaça (Escola sem Partido). Augusto fez um discurso potente em defesa de medidas que assegurem uma educação digna para toda população e melhorias nas condições de trabalho dos educadores.

“Nós, que somos a maioria do povo, precisamos ocupar os espaços de decisão, para dizer que a pauta da educação não pode ser tratada como um puxadinho, tem que ser tratada como central, para alterar a realidade do nosso povo. Sem educação não tem transformação”, disse ele.

Além do parlamentar, estiveram presentes o deputado estadual Hilton Coelho (PSOL); representantes de organizações estudantis; entidades como a ASSUFBA e diversas outras, e, também marcaram presença fortalecendo o ato, educadores indígenas.

FALE COMIGO
Mande sua ideia e ajude a contruir uma cidade mais justa.
Faça parte dos nossos grupos: